ÊNFASES DAS PUBLICAÇÕES BRASILEIRAS SOBRE ASSÉDIO MORAL NO AMBIENTE DE TRABALHO

  • NUVEA KUHN
  • LUIS FELIPE DIAS LOPES

Resumo

O número de queixas sobre o assédio moral no ambiente de trabalho no Brasil
aumenta de forma crescente, no entanto a incidência de processos formalizados
parece estar em declínio (BATISTA, 2019). Presente nas relações de trabalho
estabelecidas no contexto organizacional, o assédio moral interfere diretamente na
vida pessoal, social e profissional do colaborador. Assim, no presente estudo tem-se
como objetivo geral apresentar as ênfases dos artigos brasileiros publicados entre
2015 e 2020 sobre assédio moral no trabalho (AMT) nas bases dos periódicos Scielo,
Scopus e Spell, com a finalidade de demonstrar o panorama em que a temática vem
sido discutida por pesquisadores e estudiosos brasileiros. Utilizou-se de uma revisão
sistemática integrativa, com a seleção final de 15 artigos, e a criação de cinco
categorias de análise: assédio moral entre colegas; discriminação devido ao gênero;
saúde mental/psicológica e física; permanência no trabalho apesar do assédio, e falta
de práticas organizacionais contra o assédio moral. Os resultados apontaram uma
maior ênfase de publicação nas áreas de saúde e educação; na inter-relação direta
da prática de assédio moral na saúde do colaborador; as mulheres como vítimas mais
frequentes de assédio moral e sexual, e a ausência de ações no contexto
organizacional voltada a impedir tais práticas.

Publicado
2021-11-26
Como Citar
KUHN, N., & DIAS LOPES, L. (2021). ÊNFASES DAS PUBLICAÇÕES BRASILEIRAS SOBRE ASSÉDIO MORAL NO AMBIENTE DE TRABALHO. Revista Científica E-Locução, 1(20), 24. Recuperado de https://periodicos.faex.edu.br/index.php/e-Locucao/article/view/403