PRESSUPOSTOS DE TEORIAS DE ESTRUTURA DE CAPITAL E SUA APLICABILIDADE EM LAUDOS DE AVALIAÇÃO DO VALOR DE MERCADO DE EMPRESAS: UM ESTUDO DE CASO DA VIGOR ALIMENTOS

  • GERALDO CARLOS SILVESTRE
  • JOSÉ ODÁLIO DOS SANTOS
  • NEUSA MARIA BASTOS F. SANTOS
  • BENEDITO GEOVANI MARTINS DE PAIVA

Resumo

O objetivo da pesquisa é destacar pressupostos teóricos de estrutura de capital é avaliar sua aplicabilidade no laudo de avaliação da empresa Vigor Alimentos, com base nas teorias do trade-off, pecking order e conflitos de agência. Além disso, destaca a metodologia dos fluxos de caixa descontados, o custo médio ponderado de capital e a possibilidade de viés intencional na atribuição do valor de mercado da empresa para atender interesses específicos dos gestores. Os resultados divulgados no laudo de avaliação sugerem que a decisão de estrutura de capital não é coerente com Teoria Trade off. Também não há evidências suficientes de que a Companhia possa ter adotado sua estrutura com base em uma ordem de preferência, conforme preconiza a Teoria Pecking Order. A Companhia, adotou o menor índice de alavancagem levando à conclusão que a Teoria dos Custos de Agência tem a melhor explicação para essa decisão.

Publicado
2019-01-29
Como Citar
SILVESTRE, G., SANTOS, J., SANTOS, N., & PAIVA, B. (2019). PRESSUPOSTOS DE TEORIAS DE ESTRUTURA DE CAPITAL E SUA APLICABILIDADE EM LAUDOS DE AVALIAÇÃO DO VALOR DE MERCADO DE EMPRESAS: UM ESTUDO DE CASO DA VIGOR ALIMENTOS. Revista Científica E-Locução, 1(14). Recuperado de http://periodicos.faex.edu.br/index.php/e-Locucao/article/view/28

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##