693 SOBRE UMA SOCIOLOGIA DO SOFRIMENTO NO TRABALHO

  • MILTON DOS SANTOS

Resumo

O artigo tem como objetivo refletir sobre a pertinência e as possibilidades de estudos
do sofrimento como categoria sociológica e do sofrimento no trabalho como categoria
da sociologia do trabalho. Para tanto, o trabalho, de cunho teórico-conceitual, explora
incialmente a pertinência de se considerar o sofrimento como uma categoria
sociológica. Em seguida, são abordados os conceitos de trabalho para Marx,
Durkheim, Weber e Arendt. Na sequência, é apresentado o conceito de sofrimento
para Cassell e um breve panorama das pesquisas sociológicas sobre o sofrimento no
trabalho. Por fim, o trabalho conclui que a abordagem do sofrimento como categoria
sociológica e do sofrimento no trabalho como categoria da sociologia do trabalho não
só é pertinente como se mostra um campo pouco explorado, principalmente se se
considerar as possibilidades interdisciplinares de aplicação de teorias sobre o
sofrimento humano oriundas de outras Ciências, como a Medicina, por exemplo.

Publicado
2021-11-26
Como Citar
SANTOS, M. (2021). 693 SOBRE UMA SOCIOLOGIA DO SOFRIMENTO NO TRABALHO. Revista Científica E-Locução, 1(20), 25. Recuperado de https://periodicos.faex.edu.br/index.php/e-Locucao/article/view/415