CIDADES INTELIGENTES E SANEAMENTO: UM ESTUDO SOBRE OS MUNICÍPIOS DO CIOESTE (2013-2017)

  • ANA LUÍSA DE CAMARGO PINHEIRO
  • POLLYANA DE CARVALHO VARRICHIO

Resumo

O presente artigo busca contribuir para a discussão sobre cidades inteligentes no Brasil por meio da realização de um estudo descritivo e exploratório sobre os municípios do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo (CIOESTE) – Araçariguama, Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista. O objetivo é sistematizar os indicadores existentes para os municípios que compõem o CIOESTE na dimensão saneamento para verificar o distanciamento ou a aproximação dos desafios e oportunidades identificados por BNDES (2017) para as cidades brasileiras. O estudo será realizado com base na revisão bibliográfica sobre o tema, na
busca de dados no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) e na análise de como os conceitos são utilizados nas práticas inteligentes na dimensão saneamento nas cidades do CIOESTE. O artigo oferece um diagnóstico do distanciamento existente entre as políticas públicas que vem sendo realizadas efetivamente pelos gestores deste conjunto de importantes municípios que resultam no CIOESTE. Além disso, o trabalho demonstra a incapacidade dos indicadores existentes em verificar esforços em dotar tais sistemas para o saneamento (abastecimento de água e esgoto) de maior sofisticação tecnológica para que haja melhoria de sua eficiência. Isso significa que é necessário avançar na construção de indicadores mais abrangentes, novos indicadores e mais ainda, incorporar tais elementos criticamente na construção de políticas públicas.

Publicado
2020-07-10
Como Citar
DE CAMARGO PINHEIRO, A. L., & DE CARVALHO VARRICHIO, P. (2020). CIDADES INTELIGENTES E SANEAMENTO: UM ESTUDO SOBRE OS MUNICÍPIOS DO CIOESTE (2013-2017). Revista Científica E-Locução, 1(17), 25. Recuperado de http://periodicos.faex.edu.br/index.php/e-Locucao/article/view/253