AS ORGANIZAÇÕES COMO PROPULSORAS DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: O PAPEL DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA ATUAÇÃO DO LÍDER NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL

  • SUÉLEN DOS SANTOS PEZZI
  • ALEX ECKER
  • MARLEI SALETE MECCA

Resumo

Estudos anteriores mostram que a Inteligência Emocional determina o potencial do
indivíduo para aprender os fundamentos do autodomínio, autoconhecimento e
controle emocional. O controle das emoções pode trazer transformações
significativas, uma vez que o indivíduo se torna mais consciente de suas
responsabilidades sobre o bem-estar de si mesmo e de outrem, usando as habilidades
adquiridas para promover uma mudança cultural e social no meio em que vive e ou
trabalha (GOLEMAN, 2007). Acredita-se que a inteligência emocional é fator decisivo
para o sucesso das pessoas não só no meio organizacional, mas também em sua vida
pessoal. Diante disso, o objetivo deste estudo é analisar o papel da inteligência
emocional no contexto organizacional, observando como os líderes agem com suas
próprias emoções e com as emoções de sua equipe. A partir de uma pesquisa
qualitativa, ficou evidenciado que a Inteligência Emocional influencia não só o sucesso
da carreira do gestor, mas também o resultado da organização como um todo e reforça
sua importância na carreira do líder e no contexto organizacional.

Publicado
2020-12-23
Como Citar
PEZZI, S., ECKER, A., & MECCA, M. (2020). AS ORGANIZAÇÕES COMO PROPULSORAS DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO: O PAPEL DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NA ATUAÇÃO DO LÍDER NO AMBIENTE ORGANIZACIONAL. Revista Científica E-Locução, 1(18), 19. Recuperado de http://periodicos.faex.edu.br/index.php/e-Locucao/article/view/282